Cinco zootecnistas que são referência no Brasil compõem a Câmara Técnica de Zootecnia do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV). Wendell José de Lima Melo, que preside o grupo, além de Fábio Holder de Morais Holanda Cavalcanti, Angélica Pereira dos Santos Pinho, Jalison Lopes e Carlos Frederico Grubhofer tomaram posse, na terça-feira (4), na sede da autarquia, em Brasília.

Fórum qualificado de assessoramento técnico-consultivo e político-institucional do CFMV para discussões pertinentes à Zootecnia e à atuação dos seus profissionais, a Câmara Técnica de Zootecnia tem suas atribuições estabelecidas pela na Portaria nº 79, do dia 27 de novembro de 2020.

04-05-2021 - Cerimônia de Posse da Câmara Técnica de Zootecnia do CFMV – CTZootClique na imagem e confira as fotos

A cerimônia teve a participação de diretores e integrantes da Comissão Nacional de Educação da Zootecnia do CFMV. O presidente do CFMV, Francisco Cavalcanti de Almeida, conduziu o evento e agradeceu aos empossados pela parceria. “ A Medicina Veterinária e a Zootecnia são duas profissões nobres. Nós somos responsáveis por oferecer ao mundo alimentos saudáveis. Vamos trabalhar a convergência para o crescimento do agronegócio brasileiro”, disse.

Cabe ao grupo propor políticas de atuação profissional e de regulamentação do ensino, formação e exercício da Zootecnia; apresentar proposições, recomendações e pareceres técnicos para subsidiar discussões, planejamento e análise de assuntos relacionados à Zootecnia e atuação dos zootecnistas;  analisar e propor minutas de novas resoluções e/ou alteração de resoluções existentes, ou em tramitação no CFMV, cujos assuntos estejam, direta ou indiretamente, relacionados à Zootecnia e/ou à atuação dos zootecnistas; buscar interlocução e parcerias com entidades públicas ou privadas, com aderência à Zootecnia e à atuação do zootecnista no território nacional e internacional; propor a criação de Grupos de Trabalho e a realização de reuniões, eventos e estudos técnicos voltados ao fortalecimento da Zootecnia e à atuação dos zootecnistas.

Ao final do evento, os participantes conheceram a campanha do Dia do Zootecnista 2021, que tem como tema Zootecnista, gente que faz acontecer. Conheça aqui a história de cada um dos cinco membros da  Câmara Técnica de Zootecnia.

Com a palavra, os diretores:

Ana Elisa Fernandes de Souza Almeida, vice-presidente do CFMV

“Tenho certeza de que a Câmara Técnica e a Comissão de Educação terão agenda positiva e construtiva para enriquecer a Zootecnia no Brasil, com diálogo aberto para discutir as demandas das duas profissões.”

Helio Blume, secretário-geral do CFMV

“Parceria entre as duas profissões e diálogo. A sociedade carece de alimento e há grande importância dessa profissão para a sociedade e para a estabilidade econômica.”

José Maria dos Santos Filho, tesoureiro do CFMV

“Vamos fazer o trabalho pelo nosso país. Valorizar juntos a Medicina Veterinária e a Zootecnia.”

Com a palavra, a Câmara Técnica de Zootecnia:

Wendell Lima, presidente

“Fomos empossados em um momento muito importante, com muitas demandas reprimidas que necessitam ser debatidas e resolvidas no Sistema CFMV/CRMVs, para que zootecnistas e médicos-veterinários possam caminhar em harmonia pelo desenvolvimento do agronegócio e de nossa nação.”

Carlos Frederico Grubhofer

“A CTZ será o interlocutor entre o CFMV, os zootecnistas e a sociedade. Para isso, a autonomia para trabalhar e apontar suas sugestões e pareceres é fundamental.”

Jalison Lopes

“A CTZ buscará contribuir para modernizar o ensino de Zootecnia no país, com o intuito de formar zootecnistas cada vez mais qualificados para atender à crescente demanda técnica relacionada à produção animal em nosso país.”

Fábio Holder

“Na CTZ, buscaremos atualizar as atribuições profissionais dos zootecnistas, em consonância com o mercado de trabalho.”

Angélica Pinho

“Lutaremos por um exercício profissional justo, dialogando com os diferentes interlocutores.”

 

Assessoria de Comunicação do CFMV