A presidente do CRMV-PB, méd.vet. Valéria Rocha Cavalcanti, participou na noite da última quarta-feira (20) da Cerimônia do Jaleco do curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário UNIESP. A Solenidade tem como objetivo despertar nos alunos desde o primeiro período o compromisso com a sociedade, incentivando o exercício da profissão de forma ética, com seriedade, dedicação e credibilidade. No ato os alunos prestaram juramento assumindo um compromisso com a ética e a bioética.

Devido à pandemia de Covid-19, a cerimônia não ocorreu durante os últimos dois anos. Por esse motivo, alunos que iniciaram a graduação durante o período de pandemia também participaram do evento. 

“Participar de um momento como esse só reforça minha paixão pela Medicina Veterinária, afinal, ali estão os futuros colegas de profissão e cabe a eles exercer com amor e seguir o juramento e as normativas que regulam nossa profissão”, ressaltou Cavalcanti. Ainda durante sua fala informou que o Conselho está de portas abertas para recebê-los, tirar dúvidas, mostrando sempre que o CRMV-PB é a segunda casa desses profissionais. “Sem o registro não há um médico-veterinário, existe apenas um bacharel em Medicina Veterinária. Nós estamos aqui para lutar pelas classes da Medicina Veterinária e Zootecnia, mas principalmente zelar pelo compromisso assumido quando todos esses estudantes recebem seus devidos diplomas”, concluiu. 

A cerimônia contou com uma palestra realizada pelo Prof. João Paulo, sobre a história dos equipamentos de proteção individual (EPI) durante a peste bubônica no século XIV e a maneira correta de utilizar o jaleco. 

“A Cerimônia do Jaleco apresenta uma importância em dois momentos distintos. No primeiro momento os alunos podem confraternizar entre si e com suas famílias. E no segundo momento apresentamos a forma correta de utilização e transporte do jaleco o quando ele deve ser utilizado e os cuidados em relação à higiene”, disse João.

Também estiveram presentes no evento a reitora da instituição, Erika Marques, a Pró-reitora acadêmica, Iany Barros, e a coordenadora do curso, Paula Fernanda.