Iniciativa teve o propósito de dar suporte técnico e orientação antes de ser aberto aos estudantes e à população

Realizando agenda da rota de fiscalização no Brejo paraibano, o Conselho de Medicina do Estado da Paraíba (CRMV-PB) esteve presente na última segunda-feira (21) supervisionando as novas instalações onde será a futura Unidade de Ensino Hospitalar Veterinário de uma instituição de ensino, em Campina Grande. Além de conhecer o ambiente e poder avaliar a estrutura, foi fiscalizado o Biotério juntamente com a Responsável Técnica Roberta Micheline.

Vale ressaltar que, em sua maioria, instituições de ensino têm por objetivo a criação de animais em laboratório para atendimento às atividades acadêmicas das áreas de Ciências Biológicas, da Saúde e Agrárias. O CRMV-PB, através da sua equipe de fiscalização, realizou a visita no intuito de orientar a todos para que o mesmo atue dentro das normas.

As fiscalizações têm por objetivo garantir que as instituições tenham a sua disposição um profissional médico-veterinário Responsável Técnico pelo biotério e pelas práticas de analgesia e bem-estar dos animais utilizados. É aconselhável um enriquecimento ambiental nas gaiolas ou locais de abrigo. Todo biotério precisa estar credenciado ao CONCEA, Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal, além de possuir uma comissão de ética para o uso de animais. Por fim, questões legais, orientações de infraestrutura das instalações e sanidade também são apontadas e o Conselho orienta de forma educativa para que a legislação seja seguida .

“Essa é uma oportunidade de oferecer o apoio institucional do Conselho ao aprimoramento das instituições, disponibilizando de toda a expertise dos profissionais que compõem a fiscalização”, ressaltou Valéria Cavalcanti, presidente do CRMV-PB. Cavalcanti esteve durante a visita e ministrou uma Aula Magna aos alunos da Instituição.

 

Mabel Abreu – Assessoria de Comunicação