Médicos-Veterinários e Zootecnistas de 17 estados e Distrito Federal estiveram presentes no curso que foi realizado de forma virtual

O Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado da Paraíba (CRMV-PB) em colaboração com a Comissão Regional de Saúde Única do CRMV-PB realizou o primeiro Seminário de Responsabilidade Técnica de 2022, com o tema direcionado à área de Alimentos. Durante os dias 21 e 22 de março mais de 180 pessoas, entre médicos-veterinários, zootecnistas e acadêmicos das duas áreas, participaram da qualificação. 

Dividido em blocos nos dois dias, o evento possibilitou capacitação e discussões sobre diversas áreas de atuação e conhecimento da Medicina Veterinária e Zootecnia, como noções básicas de responsabilidade técnica, o papel e as demandas do Responsável Técnico no setor de alimentos, elaboração de ferramentas de controle de qualidade na Indústria de Alimentos, Zoonoses Veiculadas pelo Leite e Derivados; legislação previstas pelo código do Sistema CFMV/CRMVs e outros, buscando orientar os profissionais da área desde a obtenção da matéria prima, da elaboração dos alimentos e da conservação e distribuição dos produtos.

O curso que seria presencial, mas devidoa demandas externas, foi realizado no modo remoto, o que proporcionou um alcance bem maior do que o esperado, atraindo profissionais de mais da metade dos estados brasileiros que trabalham em áreas pouco conhecidas da sociedade como RT em frigoríficos, supermercados e entre outros. 

Para a presidente da Comissão Regional de Saúde Única do CRMV Paraíba, med.vet Débora Rochelly explicitou que este curso foi criado devido a uma demanda de pedidos de profissionais que sentiam a necessidade de um aprofundamento na área. “O curso foi um sucesso e conseguimos atender aos pedidos feitos por meio de consulta ao CRMV-PB, por profissionais,  como também da Comissão que via a necessidade de suprir essa área da Saúde Única”, finalizou. 

Para uma das participantes do curso,  Miriam Pereira, que é professora e coordenadora do grupo de estudos de Produtos de Origem Animal, do curso de Medicina Veterinária da Universidade Vale do Rio Verde (Unincor), em Três Corações – MG, o curso proporcionou muito mais que o conhecimento, ele corroborou no fortalecimento como classe e mostrou que o  médico-veterinário é imprescindível  na promoção e proteção da saúde única. “A sociedade precisa de nós, de nossos serviços e conhecimento. Particularmente, eu aprendi muitos com as palestras e principalmente com os relatos do dia-a-dia dos colegas que atuam nessa área, além de me sentir valorizada como profissional”, enfatizou Miriam.

A Responsabilidade Técnica também é uma das áreas do Zootecnista, o profissional pode atuar em todos os aspectos da criação e produção animal, além da manufatura dos seus produtos e subprodutos. Para a participante do curso de RT, a zootecnista Larissa Farias, falou da importância de desmistificar a posição do profissional da Zootecnia que é comumente atrelado à Academia ou ao campo. “O zootecnista vai muito além disso, ele atua desde início da cadeia dos alimentos de origem animal e pode participar até o momento antes da mesa do consumidor, sempre com o mesmo objetivo de levar um produto com qualidade para a mesa dos brasileiros”, disse. Além de enfatizar a importância de estar presente no curso de RT. “Foi muito enriquecedor participar desse curso, com certeza foi um momento muito marcante na minha trajetória profissional”, concluiu Larissa.

O Curso de RT em Alimentos foi um sucesso de inscrição e participantes, além de ser uma área de muita procura com poucos lugares ofertando esse tema. A médica-veterinária e presidente do CRMV-PB Valéria Cavalcanti, que também é  Sanitarista e Mestre em Ciência e Tecnologia de Alimentos. “Esse curso tem um valor importante, principalmente para mim que trabalho na área. Além de ser um local para aprender, discutir e tirar dúvidas”, disse.

A presidente ainda informou que os cursos oferecidos pelos CRMV-PB tem um treinamento sempre atualizado da legislação e na execução dos trabalhos dos médicos-veterinários e zootecnistas, especialmente nas responsabilidade técnicas dos diversos estabelecimentos. “Aqui é um espaço de fortalecimento e valorização da profissão, além de ser uma oportunidade de reunir os profissionais, em especial os representantes de 17 estados e o Distrito Federal, é sempre uma surpresa boa e uma honra para todos nós receber tantos colegas”, enfatizou a presidente. 

As palestras foram realizadas pelos membros da Comissão Regional de Saúde Única, os médicos-veterinários Fábio Targino Júnior, Cláudia Morgana Soares, além do assessor técnico da Autarquia med.vet. Andreey Teles e a palestrante convidada med.vet. Maíra Porto.